terça-feira, 30 de junho de 2015

A Mandala e o toque dos Tambores Mágicos



Mandala é um círculo com diversos símbolos carregadas de significados, forças e poderes. Ela tem efeito terapêutico e libertação da alma para a pessoa que visualiza, observa e pinta uma Mandala. O círculo representa o mundo visível em contato com o transcendental. Os símbolos e as cores representam as forças e os poderes cosmo. Da Unidade nascem à multiplicidade de mandalas encantadoras, brilhantes, cheio de energia restauradora e revigorante. É uma arte antiga que fascina nossos olhos e desperta a nossa imaginação. A mandala mágica serve de terapia para quem desenha pinta e observa os seus fascínios. Nela está integrada a arte, a magia e a psicologia. A mandala é capaz de responder inúmeras perguntas sobre uma pessoa e o cosmo. Ela consegue revelar o melhor para nos seguir. O entendimento da mandala está relacionado com a polaridade, com o espaço e o tempo.
Segundo Celina Fioravanti a mandala nos conduz a 32 caminhos de sabedoria, etapas de evolução espiritual. Ao adquirir a consciência, a alma chega no que é chamado de Consciência. Na encarnação, a alma passa por quase todos os caminhos da Sabedoria e vai extraindo de cada caminho novo estado de consciência para esta vida.
As cores nas mandalas tem uma função terapêutica e revigorante. O tambor com seu toque mágico restaura o bem-estar em geral, a alegria e a harmonia interior. Cada pessoa que toca um tambor um que desenha e pinta uma mandala tem o seu jeito de executar a sua Arte. A mandala associada com o toque dos tambores age como despertar do seu eu e o encontro com os quatro elementais da natureza.


Autora: Rainna Tammy

Fonte de Pesquisa

DAHLKE, Ruduger. Formas que representam a harmonia do cosmo e a energia divina - [tradução Margit Martincic]. 1 ed. - São Paulo: Pensamento, 2007.

DALLA, Marcelo. Astrologia & Arte: galeria das mandalas http://marcelodalla.blogspot.com, acesso 03/12/2011.

FIORAVANTI, Celina. Mandalas - 32 caminhos de sabedoria. 1 ed. - São Paulo: Pensamento, 2004.

FIORAVANTI, Celina. Mandalas: como usar a energia dos desenhos sagrados. 1 ed. - São Paulo: Pensamento, 2007.

VIDAL, Montserrat. Mandalas modernistas: a arte cartolã - [tradução: Sandra Martha Dolinski]. - São Paulo: vergas & Riba Ed., 2009