quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Ìyá mi Àgbà Olósà Nàná



Na antiguidade Olósà Nàná, a deusa anciã do Ewe-fon de Dahomey era cultuada como a Mãe-suprema, a poderosa maga, Ìyá dos deuses, rainha das sacerdotisas, grande Senhora da magia, guardiã dos conhecimentos mágicos. Provavelmente a deusa Inanna recebeu um nome semelhante à Anciã africana Olósà Nàná como forma de homenageá-la. Alguns acreditavam que a deusa Inanna era a reencarnação da Deusa Olósà e por isso deveria ser cultuada com muita festa e alegria.
Tanto Inanna quanto Olósà Nàná estiveram no submundo, viveram no Vale das Sombras e atravessaram lamaçal. Ìyà Àgbà ao retornar para a Terra trouxe nos braços o seu Ìbírí¹ da Vitória, o cetro da Autoridade e de Poder.
Na Suméria, Olósà Nàná se apresenta com uma nova faceta simbolizando a primavera, a inovação, a beleza e a alegria. Num novo corpo trouxe a magia no olhar, saber intelectual, a beleza no falar, era Inanna o messias feminino escolhido para comandar.
Todos os seres estão sujeitos fazer uma viagem no submundo. A estação do outono representa o submundo, período que a vegetação perde suas folhas, sua beleza, mas as raízes que estão no Vale das Sombras tem a função de protegê-la e de retirar energia vital armazenado no subsolo para fazer a fotossíntese. Fortalecida ela renasce, demonstra a sua beleza encantadora e segue o seu percurso através do ciclo natural.


O ser humano para evoluir precisa de adquirir experiência através das observações e ações experimentais. Com o erro aprende a fortalecer, aprende a aprender e desenvolve. O ser humano precisa viver no submundo precisa morrer para renascer, precisa adquirir  experiência para poder evoluir. Esse é um processo natural que ocorre no mundo dos reinos vegetal e animal. Tudo se transforma na natureza. Tudo que existe provém de matéria preexistente, só que em outra forma, assim como tudo o que se consome apenas perde a forma original, passando a adotar outra. Tudo se realiza com a matéria que é proveniente do próprio planeta.
Olósà Nàná  representa a vida, a transformação, a morte e o renascimento. Ela é orientadora do destino, guia da trajetória e Ìyà Àgbà conselheira.
Olósà é conhecida por vários nomes, dependendo da região e do dialeto. Em Dahomey (atual República do Benin) está localizado seu principal templo, conhecida como Nàná. Ela está fortemente ligada ao elemento terra e água e, é chamada de "Senhora dos Pântanos", assinalando-a como uma Grande Mãe que é responsável pelo sopro da vida e consequentemente da morte. Na lama do lago está depositado diversidades de vegetação aquática. O Lírio aquático das Òsàs é considerado como rainha do lago, flor encantadora e misteriosa.
As Osàs guar     ;diãs dos pântanos protegem os catadores de Caranguejos e a biodiversidade pantaneira.
Nàná sempre conduz os seres humanos com muita seriedade, justiça e determinação. Seus cânticos são súplicas para que a morte seja mantida afastada e que a vida seja preservada. Esta deusa matriarca é como um baluarte que fortalece a fé e oferece esperança a todos aqueles que desejam viver uma liberdade plena, obter abundância e ser feliz.
O ser humano não precisa ser um religioso, viver sob um dogma morto ou ser um escravo de líderes religiosos. Seguir apenas uma religiosidade porque o indivíduo terá a liberdade de acreditar num deus espiritual ou não, pode acreditar numa filosofia de algum mestre que tenha mais afinidade e possa atender a sua necessidade.
Somos espirituais portadores de energia vital e estamos passando por experiência humana neste Planeta Terra. Somos todos deuses para quem acredita na existência de deísmo, mas isso é uma crença subjetiva. Não podemos impor uma teoria teológica como verdade absoluta porque nem tudo que vivenciamos ou presenciamos tem uma comprovação científica. Mas graça ao avanço da Física Quântica pode comprovar a existência da energia vital, áurea e outros fenômenos espirituais tem sido desvendado.
O cérebro mesmo após a morte do corpo físico mantém consciente com todos os arquivos registrados e, é conduzido para outra dimensão etérea.
Numa sociedade subjetiva não há título de um deus supremo, de algo sagrado ou profano. O indivíduo tem a liberdade e consciência racional para crê naquilo que complementa o seu eu.
Olósà Nàná foi reconhecida como uma deusa Anciã por ter prestado um grande trabalho na Terra, uma guerreira que lutou em pró do seu povo. Ela teve uma experiência magnifica, foi acolhedora, mestra, pacificadora que soube combater as diversidades com sabedoria. O seu povo sul africano contemplou titulando de Òrísà, a grande deusa Ìyà Àgbà Olósà.

Ilust. José Carlos Martinez

Olósà é conhecida no Brasil como Nàná Bùúrùkù (Nanã Burunku/Nana Buluku) pouco cultuado na religião Afro-brasileiro. Ela foi modelo onde muitas mulheres da época se inspiraram na sua figura como modelo para viver. Para muitas pessoas essa matriarca mantém viva no seu pensamento e no seu sentimento. Ao conectar com o mundo espiritual podemos ver a magnífica nobreza e os seus raios violetas vindo em nossa direção. A grande Mestra Ìyà Àgbà Olósà Nàná com a sua chama violeta direcionando a humanidade consegue combater as energias nocivas, transmutar e transformar o nosso ego quando permitimos.
Olósà Nàná foi uma líder tão carismática e guerreira quanto Nelson Rolihlahla Mandela titulado de Madiba, o herói que combateu a diferença racial, o ódio e a guerra com sabedoria. Se os cristãos titularam Yeshua, o Jesus ungido de "deus" por que fazer uma crítica não construtiva contra outras culturas? Portanto, se Jesus é filho de deus, somos deuses por serem filhos do mesmo Deus Criador. Jésù, outros Mestres e os Melquisedeques foram grandes homens iluminados que deixaram um legado magnífico e um grande exemplo de como viver em harmonia com os amigos e os inimigos.


Dia da semana: Sábado

Animais sagrados: Àtìòro, coruja, águia, sapo, caranguejo e serpente.

Planta sagrada: Lírio Aquático (Flor-de-lótus), Cavalinha/Rabo-de-cavalo, Junco, Piri, Saranzeiro etc

Metal: Latão

Cores: Violeta ou roxo, azul águas profundas

Fase lunar: Lua Minguante

Comidas: Aberém, mugunzá,  mostarda e taioba

Símbolos: Ìbírí, cetro e búzio Àjé

Elementos: Lago e lagoa

Origem: Ewe-fon - Dahomey - África

Gema: Ametista

Plantas, frutas e raízes regionais sagradas: Folha-da-costa, folha de mostarda, hibisco, amora, jabuticaba, uva-roxa, mangostão, pinhão-roxo, manjerona-roxo, beterraba, repolho-roxo, batata-roxa-doce, beterraba, mandioca etc

Odu que Rege: Odilobá

Saudação:

Sálùbá Ríkà Ìyá mi Àgbà Olósà Nàná! (Obrigada minha grande mãe da lagoa!)

"O bravo não é quem não sente medo, mas quem vence esse medo.
Uma boa cabeça e um bom coração formam sempre uma combinação formidável.
A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo.
Você não é amado porque é bom, você é bom para ser amado.
Quando nós nos libertamos do nosso próprio medo,
nossa presença automaticamente libertará outros".
                                                                     Nelson Mandela

18/07/1919 - 05/12/2013 

_______________________
1- Cajado feito com nervuras de palmeiras, presas com tiras de couro e ornadas com contas e búzios. Símbolo sagrado da deusa Olósà, guardiã dos lagos e das lagoas.
Autora: Rainna Tammy

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Saiba como será o ano de 2014



O ano de 2014 será regido pelos Òrìsàs Sàngó, Oya-Yásàn, deus Enlil  e deusa Nilil. A partir do mês de abril a energia do fogo e do tempo estará agindo de forma mais sólida.
O ano de 2014 será um ano de transformação, de resolução, de reconstrução, desvendamento de coisas ocultas, cobranças, acertos de coisas que estava pendente, justiças, concretização de projeto e mudança climática.
A tendência de diversas cidades do mundo inclusive do Brasil sofrerão prejuizos ocasionados por vendavais, causando danos incalculáveis, alteração das marés contribuirão por enchentes e alagamento. Aumento de juros pode afetar a economia, prejuízos nas agriculturas e na pecuária. Fogo cairão dos céus e sairão do solo ou seja vulcões ficarão furiosos.  Na política, mais pessoas serão reveladas nos escândalos e serão afastadas do cargo.
No esporte a seleção brasileira não conseguirá o troféu terá que melhorar bastante. Os times favoráveis a vitória finais são: Argentina, Alemanha, Estados Unidos da América, França e Holanda. É claro que eu desejo que o Brasil seja vitorioso, mas para a Seleção Brasileira conquistar o Hexacampeão em 2014, somente através de um acordo comercial. 
As indústrias e os comércios brasileiros vão bombar nas vendas de produtos da Copa. O lucro será surpreendente tanto dos comércios quanto das construtoras civis responsáveis pela obra da Copa do Mundo. Os cofres políticos cheios manterão ocultos dos olhos da população por algum tempo. 
Os líderes religiosos já estão preocupados com a Copa do Mundo, pois a oferta e o dízimo serão reduzidos na Casa do Senhor. As artimanhas serão usadas para manter seus fieis mais próximo da Palavra e incentivar manifestações a fim de manter o Cofre Cheio. Será que irá conseguir manter a igreja cheia durante os jogos ou será que os líderes religiosos também vão vender produtos da Copa do Mundo? Eu não duvido que até a bíblia possa ganhar cara nova: verde e amarelo, rifa e leilão de alguns bilhetes, camisetas, bandeiras, adesivos, brinquedos e outros produtos  da Copa. Num país capitalista tudo acontece e pode fazer de tudo.
Crise financeira ocorrerá a partir do final de novembro de 2014. Desemprego em massa em diversos setores começarão a partir do mês de setembro. Porém a crise afetará apenas aqueles que estão despreparadas.  A estabilidade no emprego será a opção segura para os trabalhadores. Será época boa para quem reservou seu dinheiro num investimento bancário porque poderá comprar imóvel e fazer outros investimentos seguro.
No lado social aumento de pessoas que preferem viver morando sozinho e a mulher conquistando mais espaço na sociedade. As pessoas se tornando mais conscientes buscando sua liberdade, deixando de ser religiosa, buscando apenas a sua paz interior e felicidade integral numa religiosidade. As pessoas de modo geral estarão mais unidas e solidárias.


Ebo para obter proteção de Sàngó

1 travessa de papel alumínio ou gamela, 6 folhas de alface americana, 6 bananas, 1 copo de feijão fradinho torrado no azeite de dendê, 12 quiabos inteiros, 1 maçã vermelha cortado em cruz, 6 bombons, mel, 1 vela marrom, 1 cerveja preta, 1 copo, 1 defumador e 1 caixa de fósforo. 
Decore com 6 folhas de alface, 6 bananas maçã descascado até a metade em volta da travessa e no centro coloque o seu pedido sob o feijão, a maçã em cima do feijão. Finalize a decoração com bombons e regue com bastante mel.
Ao lado da travessa coloque a bebida sendo um pouco no copo, a vela, o incenso aceso e o fósforo aberto. Acenda a vela, confirme o seu pedindo e queime os palitos da caixa e saúdo o Òrìsà da justiça três vezes.

Saudação: Káwò ó o, Kábíyèsí!!! 


  

Ebo para obter proteção de Òya-Yásàn

1 alguidar de argila médio, 7 acarajés recheado com camarão, 7 folhas de alfaces para decorar o alguidar, mel, vela cruzada vermelha e branca, 3 maças e 3 beterrabas cortadas em rodelas, 1 copo de água, 3 rosas vermelhas, 1 copo de milho branco cozido sem calda e pétalas brancas para decorar ao redor do alguidar, da vela e do copo com água de chuva ou fonte. Coloque o seu pedido de desejo agradecendo e peça proteção no centro do alguidar.

Saudação: Èpà Heyi Òya!!!

Oferenda ao Senhor do Ar, deus da manifestação natural atmosférica.

1 alguidar, 1 galinha-angola assada inteira na brasa ou pedaço de lhama ou touro, 2 copos de grão de bico torrado no azeite de oliva, 7 tâmaras, 7 sementes de avelã, 3 maçãs, folhas de tamareira ou outra palmeira sem espinha, 1 cerveja amarga, 1 vela branca, 1 copo de água pluvial, 5 pães sem fermento.
Coloque o alguidar sobre as folhas de palmeira sem espinho. No alguidar deverá ser colocado o seu desejo manuscrito, o grão de bico, a galinha angola ou carne de lhama e touro assada na brasa, maçã, tâmaras, avelãs e os pães. No lado direito um copo com água pluvial, à esquerda a cerveja amarga e na frente do alguidar a vela branca. Após acender a vela, bata palma sete vezes saudando deus Enlil, a esposa Ninlil / Nillina  e o deus Ishkur para que te envie excelente vento.

Dia da semana: Quarta-feira.

Nº favorável: 02, 03, 04, 05, 06, 07, 09, 11, 12, 33, 34, 43, 47, 48, 53, 51, 54.

Pedras: Ágata musgosa, Turmalina preta, Rubi vermelho, Quartzo citrina e Granada vermelha.

Cor: Damasco, Azul royal, Azul Mônaco, Esmeralda, Vermelho-rosado, Branco.  
                           
Metal: Cobre, Bronze e Ferro.

Signos que serão favorecidos: Leão, Gêmeo, Libra, Sagitário e Aquário.
Contribuição das energias das Estrelas do Sistema Solar: Enlil/Júpiter favorece diversas oportunidades de crescimento profissionalizantes.
Autora: Rainna Tammy

____________________

Medidas para segurar a inflação - 03 e 04/12/2014 "...o aumento da taxa básica de juros do Brasil na quarta-feira (3) é o amargo remédio empregado pelo Banco Central para segurar a inflação.
Foi a segunda alta seguida da taxa básica de juros e com ajuste maior do que na reunião de outubro. A taxa Selic passou de 11,25% para 11,75%, a maior taxa desde agosto de 2011". http://g1.globo.com/jornal-da-globo/noticia/2014/12/banco-central-aumenta-taxa-basica-de-juros-para-segurar-inflacao.html

http://g1.globo.com/economia/noticia/2014/12/mesmo-com-pib-fraco-bc-acelera-ritmo-e-sobe-juro-para-1175-ao-ano.html


 
Uns dos escândos políticos

20/05/2014 - crimes de lavagem de dinheiro, por meio de factorings de fachada. Os detalhes da operação não foram divulgados porque, segundo a PF, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF).
Foram cumpridos também mandados de busca e apreensão na casa do governador do estado, Silval Barbosa (PMDB), do deputado estadual José Riva (PSD), e na casa e no gabinete do prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes. Documentos também foram apreendidos na Assembleia Legislativa e no gabinete e na residência do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Sérgio Ricardo Almeida. http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2014/05/ex-secretario-preso-pela-pf-em-mt-teria-ligacao-com-promotor-de-justica.html

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2014/05/governador-de-mt-vai-pf-apos-operacao-contra-crime-financeiro.html

http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2014/05/governador-de-mt-deputado-e-politicos-sao-alvos-de-operacao-da-pf.html

http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/05/inquerito-no-stf-que-inclui-blairo-maggi-motiva-operacao-da-pf-em-mt.html


Resultado final da copa do mundo de 2014 - http://copadomundo.uol.com.br/tabela-da-copa/classificacao-e-simulador/#_fases-finais


1° Lugar Alemanha - (Argentina 00 X  01 Alemanha - 13/07) - FINAL;


2° lugar Argentina - (Argentina 01 X 00 Holanda);


3° lugar Holanda - (Brasil 00 X 03 Holanda).


28/09/2014 Pente Fino - MPE investiga lavagem de dinheiro por gráficas em MT http://www.folhamax.com.br/politica/mpe-investiga-lavagem-de-dinheiro-por-graficas-em-mato-grosso/23004


23/11/2014 Investigação de lavagem de dinheiro no Paraná levou polícia à Petrobras. http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2014/11/investigacao-de-lavagem-de-dinheiro-no-parana-levou-policia-petrobras.html

02/01/2015 Governo Silval Barbosa (PMDB) doa imóvel de R$ 7,3 milhões para igreja evangélica em Cuiabá. Ato foi publicado na última edição de 2014 do Diário Oficial do Estado. Imóvel de 11,3 mil m² será doado à Igreja Assembléia de Deus Nova Aliança - ADNA.
http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2015/01/governo-doa-imovel-de-r-73-milhoes-para-igreja-evangelica-em-cuiaba.html

21/01/2015 - O ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), recebeu salário de R$ 152.259,93 referente ao mês de dezembro...
http://g1.globo.com/mato-grosso/noticia/2015/01/ex-governador-recebe-r-152-mil-de-salario-em-mt-apos-6-ferias-atrasadas.html

06/02/2015 Inflação oficial fica em 1,24% em janeiro, diz IBJE - Esta foi a taxa mais alta de fevereiro de 2003. Em 12 meses, o indicador acumula alta de 7,14%.   
http://g1.globo.com/economia/noticia/2015/02/inflacao-oficial-fica-em-124-em-janeiro.html

22/02/2015 - Um dos maiores escândalos de corrupção no Brasil: Éder Moraes, José Geraldo Riva - PSD e ex-gov. Sival Barbosa - PMDB estão sendo investigados, segundo o Ministério Público.

Esquema movimenta R$ 640 milhões para financiar corrupção no MT
["... Éder está falando sobre corrupção nas obras da Copa do Mundo em Cuiabá. Diante de promotores e acompanhado pelos advogados, ele diz que levaria ao todo uma propina de R$ 10 milhões nas obras da Arena Pantanal e do VLT, o Veículo Leve sobre Trilhos..."]
http://g1.globo.com/fantastico/quadros/cade-o-dinheiro-que-estava-aqui/noticia/2015/02/esquema-movimenta-r-640-milhoes-para-financiar-corrupcao-no-mt.html

22/02/2015 - Fantástico mostra esquema das obras da Copa e das gráficas, mas não cita Maggi
http://www.reportermt.com.br/politica/fantastico-mostra-esquema-das-obras-da-copa-graficas-e-nao-cita-maggi/43421

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Deusa tríplice africana


Com a chegada de grande número africano no Brasil ocorreu à miscigenação entre as etnias: povo nativo, europeia, africana e asiática.
As religiões criadas no Brasil estão presentes as diversidades culturais. As religiões afro-brasileiras na maioria são relacionadas com a religião yorùbá. Também há outras religiões de matrizes africanas como Angola-bantu, Baçuê, Batuque Jeje-Ijexá, Batuque Oya, Candomblé Ketu, Culto de Ifá, Encantaria, Kabula, Omoloko, Nagô-vodun, Umbanda etc... 
Afro-Summer tem uma religiosidade voltada às tradições religiosas da nação africana: Ilésà, Òyó (Nigéria), egípcia da XIX dinastia - 1290 - 1224 a.C; nação Suméria (2285 - 2250a.C.); da nação Ameríndios - Incas e da nação Asiática Tibet - caminho Vajrayana/budismo esotérico/tântrico.
As três deusas africanas de destaque são: Olósà Nàná, a maga anciã; Yemojá, a Grande-mãe das águas doces e Òsùn, a donzela das nascentes e das cachoeiras.
Na Suméria as três deusas que mais destacou na antiguidade foram: Nammu, a deusa Anciã portadora de todos os conhecimentos ocultos; Deusa Antu, a Grande-mãe da natureza e Inanna-Vênus, a donzela primaveril. Nammu simboliza a Lua Minguante, Antu simboliza a Lua Cheia e a deusa Inanna representa a Lua Nova/Crescente.

Deusa Òsùn

A Donzela: Desabrochar da feminilidade, maturidade e despertar da sexualidade. Está relacionada à primavera, início de uma Nova Era. Ela é encantamento, sedução e florescimento. É aurora, esperança e alegria que nasce em nosso coração.
A Mãe: O segundo aspecto da deusa é a mãe responsável pela fecundação, procriação e alimentação das espécies.
Como Mãe, a deusa das águas dos rios e dos oceanos simboliza a fase da Lua Cheia, a Estrela Orion popularmente conhecida como Estrela três Marias. Essas estrelas, facilmente identificáveis no céu pelo brilho e por estarem alinhadas, têm o nome de Mintaka, Alnilan e Alnitaka. A constelação tem a forma de um quadrilátero com as Três Marias no centro.
Na religião afro-brasileira a Òrìsà Yemojá se apresenta com característica europeia. A rainha do mar como se tornou conhecida no Brasil, tornou panteã dos marujos e dos pescadores das águas marítimas. 
Os cultos afro-brasileiros vêm ganhando destaque nas Américas e várias parte da Europa.
A Anciã: Olósà Nàná é a portadora e guardiã dos conhecimentos ocultos, dos mistérios da sabedoria mágica, a rainha do submundo e de todos os segredos místicos.
A anciã, a deusa dos Lagos e Lagoas por ela própria está associada ao inverno.
Todos precisam ir para o submundo e viver na sombra para valorizar o seu mundo interior. É preciso morrer várias vezes para renascer e conquistar a liberdade plena.
A religião para a maioria das pessoas é como um bálsamo e os dogmas servem como um suporte seguro para guiá-las. Elas precisam da ideologia e viver sob domínio dos demagogos até despertarem do sono profundo. Terá que passar para outras etapas do sono para acordar para o mundo real e abraçar a liberdade.
Para a anciã não existem suspense e nem mistério, pois em função da sua idade, acumulou experiências, transformando-as em sabedoria e desvendou os segredos. Ela é a pessoa idosa que já viu tudo, passou por isso com seu espírito não abafado e com o temperamento moderado pela experiência sabe lidar com quaisquer desafios com sabedoria.
A Deusa Tríplice ou Tríplice Deusa está associada às três fases visíveis da Lua, manifestando-se de três maneiras: Na Lua nova/Crescente, a Deusa é a Donzela; Na Lua Cheia, ela é a Mãe e na Lua Minguante é avó portadora e guardiã das sabedorias mágicas.
Os ancestrais da nação Yorùbá acreditavam que a Terra havia a dualidade [1] de deuses reinando e, esses deuses eram Olósà Nàná, a maga Anciã e o mago Ancião Obàlúwàiyé. Mas com invasões sangrentas nas terras de Òlósà, o seu povo teve a vida ceifada enquanto Nàná estava ausente. Quando Nàná deparou com o fato, ela chorou muito que as suas lagrimas transformaram numa lagoa. Foi na lagoa que ela se fez a sua morada e os ancestrais passaram acreditarem que todo o Lago e toda Lagoa são sagrados porque Òlósà Nàná está presente no Espelho Mágico revelando todos os mistérios, curando e libertando quem ingerisse ou tocasse nas águas sagradas. Grande número de pessoas antes de tomar qualquer decisão pessoal ia até a Lagoa para consultar o Espelho Mágico (lago/lagoa).
A deusa Olósà Nàná e o deus Obàlúwàiyé são de diferente importância para os místicos afros- Summer porque não há hierarquia entre eles apenas são complementares.
A trindade está presente praticamente em todas as culturas com características, formas e significados semelhantes. 
O Culto as deusas ocorreu desde a Idade Paleolítica, na época em que a mulher era considerada sagrada, mediadora dos deuses do mundo de Orun e de outros mundos paralelos. A triplicidade da deusa pode ser percebida em muitas facetas da vida. Se lhe concedermos a oportunidade para se manifestar como figura mítica, ela poderá inspirar a nossa alma, assim como nutrir, sustentar e transformar o cerne do nosso ser.
Estudos apontam que a ascensão do patriarcado na religião fez com que a tradição de adoração à deusa se tornasse ameaçadora à consolidação do poder pelos homens.


Autora: Rainna Tammy
______________________________


[1] Dualidade cósmica.

Yemo

Olósà Nàná