domingo, 20 de agosto de 2017

Eclipse solar em 2017


.


Dia 21 de agosto de 2017 ocorrerá o eclipse solar mais observado da história. Este evento fenomenal será visível na sua totalidade na América do Norte, no Caribe, ao Norte da América do Sul e ao Oeste da Europa e África por dois minutos, enquanto que no Brasil será vista de forma parcial em alguns lugares. Outros lugares não será visível. Para cada civilização o eclipse é interpretado de uma maneira significativa.
A Lua se alinhará entre o Sol e a Terra, conforme podemos ver na imagem abaixo: 


Na região que o eclipse é visível totalmente podemos observar uma pequena faixa do Planeta Terra a superfície do Sol que ficará obscurecida pela sombra projetada pela Lua no espaço. Este momento extraordinária voltará ocorrer nos Estados Unidos da América no ano de 2024.
Podemos preparar para observar outros eventos fenomenais do eclipse solar: 15/02/2018, 13/07/2018, 11/08/2018, 06/01/2019, 02/07/2019 e 26/12/2019.
Nunca aponte o binóculo luneta, telescópio ou qualquer instrumento de ampliação na direção do Sol. Para observar este fenômeno é necessário utilizar óculos especiais, filtro ou cartolina com furo de agulha para não causa danos graves na visão. Também poderá usar um filtro na lente do telescópio para observar.

Autora: Rainna Tammy

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

O mundo não acaba em 2017




A humanidade não deve entrar em pânico, não acreditar nas profecias que data mês e ano do Apocalipse porque até o presente momento nenhum vidente, nenhum profeta ou intelectual astrônomo acertou tal data e nem irá acertar. O Cosmo é tão complexo quanto um cérebro humano. O ser humano nem conhece a sua verdadeira origem. Como conhecerá os mundos das estrelas? O conhecimento com absoluta certeza sobre os planetas e outros corpos celestiais ainda não aconteceu.
A queda de Asteroides, cometas e vento magnético/vento solar sempre aconteceram desde antes da humanidade e continuaram ocorrendo tais fenômenos naturais. É claro as frequências serão maiores porque o ser humano tem desrespeitado a Mãe-natureza. O ecossistema foi praticamente destruído pelo homem e a poluição tomou conta da atmosfera. As ações agressivas têm contribuindo para a extinção da própria espécie antecipadamente.
O planeta pede socorro reagindo para despertar a consciência.
Tudo que é criado tem prazo para expirar, nada é permanente. Ainda não haverá a extinção humana na Terra, mas poderá acontecer tragédia de grande porção em várias partes do mundo. Estes acontecimentos apocalipse tem pausa, não ocorre tudo na mesma hora de forma global, é, gradativo.
Será que Jesus voltará? Ele já cumpriu a sua missão terrena. Não tem necessidade de experimentar uma nova reencarnação, novos desafios da Terra.


O arrebatamento para outro planeta semelhante a Terra vai ocorrer por volta de 2023 para o Planeta Marte e mais tarde para outros Planetas. Assim como o ser humano veio de outro Planeta, agora retornará aos poucos para os mundos Planetários. Por ser uma viagem muito caro, poucos conseguiram ser incluído nessa viagem, apenas mil candidatos foram pré-selecionados. A Terra é a nossa morada temporária.
Temos que conscientizar que o nosso espírito não morre, o que acaba é o corpo biológico, mas temos chance de renascer e viver na Terra novamente.
Estamos na Era Karmíca onde o ser humano vai colher o que plantou, poucos sobrevirão a ira da Terra. Mudanças geológicos, climática vão ocorrerem, dentro de um tempo necessário.
Após tais acontecimentos as pessoas vão ter grande desafios para sobreviver, superar, reconstruir o Planeta e atingir uma nova consciência. A natureza encarregará de embelezar a Terra. 
Durante a reconstrução terrena os Anunnakis, Aliens e os Óvnis contribuirão com seres humanos para que a Terra torne um Paraíso de paz e harmonia por longos tempos.


Autora: Rainna Tammy

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Maria, mãe de Jesus: bruxa ou santa?




Segundo relatos histórico bíblico, Marya aos 14 anos de idade foi a mãe de Yeshúa, o Jesus de Nazaré, o Messias concebido através do Espírito Santo. Ela foi virgem antes de depois do nascimento do seu primogênito. A maioria da população a creditam nessa versão, mas toda mulher que engravidasse antes do casamento para não ser punida pela família e pela sociedade dizia que a criança era das Estrelas. Será que Marya durante a aprendizagem na Sabedoria da Ordem Iniciática Sacerdotal tenha engravidado de um faraó ou sacerdote egípcio? Provavelmente, criou um personagem espírito santo para ser o pai da criança que estava no seu ventre. O pai de Marya deve ter forçado José assumir e casar, pois ele era o noivo prometido desde a infância. Uma criança gerado por um sacerdote era considerado divino. Por ser divino o futuro marido não podia questionar Deus. Ele deveria sentir honrado por ser escolhido para proteger o divino terreno. 
Um manuscrito corpota evidencia que Marya está ligada ao ocultismo, prática de curandeirismo, previsão do futuro através de oráculo, podia ver e relatar fatos através da vidência e clarividência.
Provavelmente, Marya foi uma sacerdotisa preparada no Egito que cultuava deuses egípcios e que seu filho Jesus também tenha sido iniciado na Sabedoria da Arte Antiga. A educação era para a minoria, somente uma criança descendente de sacerdote ou da classe dominante tinha esse privilégio. Marya era uma camponesa rica por isso foi instruída. Por que a igreja oculta a verdadeira história de Marya? Por que os magos tinham afinidades e laços espirituais com a família de Yeshúa? Marya seria a reencarnação da deusa Isis? Ou foi apenas uma sacerdotisa de Isis? A bíblia fala muito pouco sobre a vida de Marya.



As discípulas de Yeshúa (Jesus) escreveram parte da história da bíblia, mas os rolos de papiros contendo relados históricos importantes desaparecem. Tais registros ofereciam perigo aos dogmas patriarcalismo já que as mulheres eram vistas como submissa e inferior ao homem. Portanto, os segredos mantém até a presente data oculta e cheio de mistérios.
A bíblia repudia a mulher desde início em que o homem assume o poder religioso, político, econômico e social.
Seis séculos após a morte de Jesus uma nova visão foi imposta ao povo a fim silenciar a curiosidade do povo sobre a família de Jesus. Marya torna um personagem importante no cristianismo e passa ser vista como imaculada, santa, escolhida por Deus para ser mãe do Messias, o filho concebido pelo Espírito Santo. Mas, somente Jesus deveria ser cultuado, adorado como salvador da humanidade. Isto significa que Marya foi apenas a procriadora.
A bíblia jamais deve ser questionada e alterada porque é um livro sagrado, inspirado por Deus[1].
Aparição de Marya e de outras mulheres líderes religiosas aconteceram em várias partes do mundo. Seria Marya uma feminista ativista religiosa? O que Marya queria revelar para humanidade? Seria Marya a maior médium curandeira da época? A final quem foi Marya?


O que textos históricos gnósticos revelavam sobre Marya e a sua família? Após a tentativa de matar Jesus crucificado a família foi para Caximira, Nepal e Tibet usando outro nome? O que os textos escritos no couro de gazela escrito bem antes da bíblia tem de tão misterioso? Marya e a sua família aperfeiçoaram mais os seus conhecimentos culturais durante o ministério divino?
Pesquisadores vem investigando a antiguidade a fim de encontrarem documentos em papiros que possam relatar a vida de Marya, de José e de seus filhos. 
Portanto, não há nenhum documento que possa provar a peregrinação de Marya e a sua família na região de Caximira, Nepal e Tibet. Todos dizem que Jesus esteve com a sua família nos locais citados acima usando nomes diferentes, porém apenas hipótese sobre a família. Será que algum líder religioso tem posse desses registros, mas teme as reações radicais das instituições religiosas? Visto, que há apenas hipótese, temos que estar ciente que a luz do conhecimento e do entendimento está no nosso interior. A pessoa é livre para acreditar naquilo que ela acha certo.

Autora: Rainna Thammy

A bíblia proibida: Jesus revolucionário: https://youtu.be/eA7Ul-4IF00

Teólogo descobre mais de 6.800 adulterações na Bíblia: https://youtu.be/V0ja0arfCmE

Mistérios da Bíblia - A Bíblia Proibida, Evangelhos Proibidos: https://youtu.be/jQ3O6BBQK74


[1] II Timóteo 3:16

domingo, 4 de junho de 2017

Animais totens e o xamanismo


Desde do início da povoação no Planeta Terra, o ser humano conviveu lado a lado dos animais e tiveram fortes ligações. A domesticação dos animais selvagens foi introduzida ao meio ambiente humano e puderam observar o benefício que receberam da grande Mãe-terra. Cada animal tem uma característica mágica defensiva e poderosa nos rituais dos xamanismos. Pesquisa científica comprovou que o animal pode trazer cura  de diversas enfermidades, equilíbrio o emocional, limpeza mental, alivia dores e traz bem-estar em geral. Os costumes ancestrais permanece presente até hoje.
Na Astrologia Zodíaco aparece a Roda dos Animais em conexão com o ser humano. A simbologia animal está fortemente presente nos oráculos e demais rituais religiosos. Na Arte Antiga os animais e os seu habitat são respeitados, as espécies são preservadas e não são mortos nas cerimônias ou rituais religiosos. 
O animal é um totem sagrado cultuado como energia de força e poder no início de qualquer ritual xamas. Entrar em conexão com a energia do seu animal totem pode atar o elo natural entre o ser humano e o Reino Animal Irracional.
O leão foi o animal mais temido e mais cultuado pelo ser humano. Deixa que um animal te escolha como amigo. Um amigo sempre protege aquele que oferece respeito ao seu habitat e o ecossistema. Um animal só ataca o ser humano se ele sentir ameaçado, só entra no meio ambiente humano para alimentar porque o ser humano na sua ganância destrói a natureza de forma brutal. Se deseja ativar a energia da mãe natureza é preciso defender, respeitar o ecossistema para obter proteção de um animal.    





Poderá colocar o totem em diferentes áreas de sua casa:
Para fortalecer a saúde poderá colocar a serpente verde e um urso jovem e saudável.
No quarto do casal eu sugiro para que coloque casal de passarinho como: pombo-branco, casal de João-de-barro (Furnarius rufus), casal de Cisne, casal de Jaburu/Tuiuiú, casal de Albatroz-marinho, casal de Arara-azul e um casal de Cavalo-marinho, símbolo de lealdade, fidelidade, companheirismo, harmonia e felicidade;
Na casa ou no escritório, poderá usar a estatueta ou quadro de cavalo, que está associado à beleza, força, liberdades de movimentos e a resistência. O cavalo tornou um animal tão poderoso que até as ferraduras tornaram sagrados. 
O bode é um animal totem da maçonaria, símbolo de sabedoria, consciência realista, determinação e persistência;
Para casal que deseja ter filhos deve colocar fotos de uma Cegonha carregando um bebê com o seu forte bico e roupa de recém-nascido atrai energia de nascimento e família numerosa;
Para quem deseja mudanças e transmutação deve colocar figuras ou fotos de Borboletas e Serpentes não venenosa;
No quarto infantil é ideal que coloque o urso como totem. Os ursos acumulam as energias curativas quando hibernam; os peixes em movimento na água transmitem energia de paz, tranquilidade e bem-estar em geral. O golfinho simboliza a alegria e a comunicação. O cão e a tartaruga transmitem a energia de proteção e segurança.
Na entrada da casa ou na sala deve ficar o animal totem principal como o guardião do lar. Poderá colocar cada totem representando um elemental da natureza. No Sul os animais do elemento Terra como: Búfalo, Touro,  Cão, Lobo, Canguru, Elefante, Cavalo, Tatu; No Oeste animais do elemento Água: peixes; No Norte animais do elemento Ar/Vento como Pássaros, Borboletas, Libélula e no Leste animais do elemento Fogo como Dragão, Leão, Pantera, Onça, Tigre, Bode etc.
       


Autora: Rainna Tammy

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Alambamento: tradição africana



Cada povo, cada etnia construiu a sua cultura baseado na realidade do momento. Esses costumes e tradições foram passando de geração em geração de forma oral e praticando no dia a dia dentro da comunidade.
A cultura africana é rica em detalhes que encanta quaisquer olhos. A arte de tocar instrumentos musicais, de dançar, de cantar, de gingar, de glorificar, cultuar os deuses e tudo que há na natureza são surpreendentes. Porém, há pouca comunidade primata que mantém a cultura ancestrais. Os líderes Clãs africanos conservadores lutam para manterem vivos a cultura do seu povo, principalmente o idioma falado pela etnia que pertence.



Há etnia africana que é radical, não permitem pessoas estrangeiras dentro da sua comunidade porque eles acreditam que os estrangeiros podem levar maldição, doença e outras consequências para o seu povo. Às vezes pessoas angolanas de outras etnias eram proibidas misturar e foram marcadas com tatuagens tribais. Cada tribinagem exibia a sua marca para identificá-los. 


O que é bastante interessante é saber que algumas etnias africanas que vivem nas cidades que foram invadidas e exploradas pelos europeus não deixaram morrer a sua cultura. Mesmo nos dias atuais, falando outro idioma, atuando numa religião cristão alguns preservam a cultura ancestrais. Algumas cidades imperiais que foram invadidas, exploradas e dominadas pelos islãs são obrigados serem muçulmanos e aceitar a cultura islâmica como pura e verdadeira.
Os islâmicos radicais perseguem e matam os cristãos e os africanos animistas. A crueldade contra as pessoas do sexo feminino tem aumentado a cada dia que passa. Para torna pura e aceita dentro da religião islâmica é preciso haver a mutilação genital sem anestesia. Dezenas de crianças, adolescentes e mulheres morrem por hemorragia e infecção. Onde há domínio islâmico tudo é controlado pelo governo. Os jornalistas não podem divulgar tudo que viu e comprovou. Só deve falar em favor do governo e da religião islâmica.
O interessante que os bakongos (bantus do norte da Angola) que vivem nas cidades grandes ainda preservam o Alabamento tradicional e procuram manter a cultura da sua etnia.   


O alabamento no Brasil é desconhecido, não é praticado. Apesar, que existe diversas etnias angolana no país. O alabamento é algo muito sério, dote que o pai, a tia paterna também recebe muito dinheiro. Ter uma filha educada, trabalhadeira e prendada é algo valioso dentro da comunidade angolana. Um rapaz que desejar uma rapariga para um alabamento precisa ter bens materiais e a rapariga escolhida após o alabamento tem que ser parideira, isto é ter muitos filhos.
O alabamento ocorreu entre etnias diferentes com objetivos de unir forças, poderes, riquezas e ser bons vizinhos. O dote é uma proteção e segurança de um bom alabamento.

Autora: Rainna Tammy  


Las tribus olvidadas de Angola: https://youtu.be/E39GX_XX38c

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Quilombola Mata Cavalo - MT



Quilombola Mata Cavalo está situado próximo a cidade do Livramento em Mato Grosso. Local de refúgio de escravos revoltados com os maltrato severos praticados pelos senhores de terra e feitores. Eles resolveram buscar a liberdade e segurança fugindo para o local de morros com difícil acesso. Dezenas de escravos de origem sudaneses da tribinagem Deen-Kuh (Dinka) e da tribinhagem nilotic Nuer - por terem experiência na criação de rebanho e na agricultura foram trazidos para a região Centro Oeste - Mato Grosso. Outros negros angolanos da etnia Bakongo (Tchowa ou Tchiowa - Cambinda/Rwanda/Zaire/Uíge) e os ganenses da etnia Asante/Ashanti especialistas na exploração de ouro, construção de casas e agricultores foram para capitania Mato Grosso, hoje Vila Bela da Santíssima Trindade.
No final do século XVIII, diversos escravos revoltados com situação que viviam, fugiram adentrando nas matas fechadas mato-grossense em busca de um lugar seguro para abrigar. Os sudaneses foram a região de morro com com diversos obstáculo para entrar. Atual  Comunidade Mata Cavalo foi habitada por negros foragidos das fazendas pantaneiras. Os Bakongos e os escravos da etnia Asante/Ashanti – Gahna refugiaram nas florestas da capitania Vila Bela da Santíssima Trindade.
No mercado da capitania de São Paulo havia diversas etnias africanas. A venda de maior quantidade escravos foi para a região do Nordeste concentrando o povo vindo da região da Guiné; em Salvador os negros eram da Nigéria, Bakongo, Costa do Marfim, Dahomé; na região Sul predominou os negros vindo da Nigéria; na região Sudeste, Rio de Janeiro estava a concentração de negros escravos vindo da Bakongo, Nigéria, Sudão, Gahna e Kenya da etnia Pokot/Massai.
As mulheres europeias preferiam as escravas moçambicanas, nigerianas e guineanas para os trabalhos domésticos e para amamentarem os seus filhos por serem leiteiras e dóceis.
Após a abolição da escravatura no Brasil, alguns descendentes europeus mesmo sofrendo preconceito social e racial assumiram relacionamento amoroso com as afro-brasileira. A miscigenação de raça e cultura ocorreram de forma inevitável. Os mulatos são afros brasileiros presente na maioria dos Estados brasileiros. Também os caboclos¹ aumentaram de forma surpreendentes em toda as regiões brasileiras.
Provavelmente, os ancestrais da comunidade Mata Cavalo mantiveram isolados de outras etnias para manterem seguros, protegidos e a sua cultura viva.
No século XIX, a ideologia cristão ocasionou conflito interno, divisão e enfraquecimento da Comunidade Mata Cavalo - MT. Os cleros católicos começaram visitar a comunidade periodicamente com intenção catequizá-los e convertê-los para religião católica. A igreja era responsável de arrumar trabalho nas fazendas vizinhas para os convertidos.
A cultura portuguesa e a religião católica apostólica romana foram impostas para que os afros brasileiros aceitassem como única religião verdadeira. Todos tinham de  serem batizados, seguir fiel a fim de obter uma alma. Era o dever da igreja pregar ideologia para que a sociedade passiva aceitassem como verdade absoluta. Aquelas pessoas que doavam o seu dízimo e oferta eram acolhidas pela santa igreja e salvas.
Com o passar do tempo, grandes quantidades de quilombos e quilombolas deixaram a sua cultura desaparecer quase por completo e desconhecem as suas verdadeiras origens.
Os descendentes afros que habitam nas terras conquistadas pelos seus ancestrais vivem na incerteza de um dia melhor por causa dos conflitos com fazendeiros que tentam tomar as suas terras.
Os militantes moderados afro-brasileiro vem reunindo com grupos de outras etnias africanas com projetos e propostas para uma solução para as comunidades dos Quilombos e Quilombolas existentes no Brasil. Exigindo direitos iguais a todos os cidadãos brasileiros. Todos os afro-brasileiros e seus descendentes devem receber os títulos das suas terras como os verdadeiros proprietários.
Todos os educandos devem conhecer a verdadeira história dos negros africanos. Resgatarem a cultura ancestrais da sua etnia. Cada brasileiro deveria conhecer a sua história e saber identificar a sua verdadeira origem.




Autora: Rainna Tammy

___________________

1- Mistura da raça europeia com raça nativa brasileira (índios).

Odisseia Tribal Os Dinka Tribal Odyssey The Dinka FULL HD: https://youtu.be/fO9Idq0y7fY

The Dinka tribe: https://youtu.be/0uu6tuwG5a8

Dinka Bor vs Mundari 2013: https://youtu.be/hw3Js-r8sXk

Nuer, history of Ethiopia: https://youtu.be/wuaB59oBnJY

Origens, Os Povos de Angola: https://youtu.be/9b1rux6R6-8

O noivado em angola - alambamento: https://youtu.be/Cb9ZTWRhk50

Casamento Tradicional Em Angola (Pedido): https://youtu.be/79pKOX70rj0

Casamentos Em Angola Filmagem De Casamentos Liguem: https://youtu.be/TfFOFrTS05E

sábado, 19 de novembro de 2016

A cultura Afro brasileira



Capoeira é uma dança associada com exercício de luta e defesa vindo com negros africanos. Essa atividade era realizada escondido por grupos de escravos sob som de um tambor, de um berimbau de barriga, de um caxixi, reco-reco, pandeiro, cantos e bater palma num ritmo dos instrumentos musicais. Um esporte de origem africano foi visto pelo povo europeu como uma ameaça de morte para os proprietários de terras, para os jagunços e capitão da mata. Os escravos foram aperfeiçoaram o esporte tornando uma atividade dança, ataque e de defesa pessoal com ginga. Em seu desenvolvimento, a capoeira tomou uma forma de revide, em resposta às ameaças e agressões físicas sofridas pelos escravos. Como arma de combate, ela utiliza os braços, as pernas, as mãos, os pés, a cabeça, os cotovelos, os joelhos e os ombros. Dos grupos de capoeira participam lutadores, com golpes de ataque e defesa, e instrumentistas.         
A capoeira foi um esporte que manteve vivo nos quilombos, cultura autentica do povo afro brasileiro. Foi proibida no Brasil por muitos anos por ser interpretado como um esporte perigoso e violento, mas aos poucos o esporte foi reaparecendo ganhando estilo moderno, elegância, ousadia e liberdade. Espetáculo sublime, quando estão em harmonia o toque do berimbau, os demais instrumentos, a voz do mestre, o coro polifônico, a dança dos dois guerreiros e a emoção do perigo real, sempre à espreita, à espera do momento certo, o bote fatal. Para fazer parte de um grupo de capoeira é preciso ter disciplina, ser sociável, trabalhar em equipe etc.

   
           
A consciência brasileira ganha brilho e cor quando lembra de Zumbi dos Palmares que ofereceu a sua vida em pró de igualdade social, da liberdade e de uma sociedade justa. Foram muitos anos de luta para conseguir abolir os negros e afros-descendentes da escravidão, mas os preconceitos mantem nas mentes das pessoas tradicionais presas em valores ultrapassados. 
A liberdade conquistada pelos afros descendentes tem demonstrados grande aceitação pelas pessoas descendentes europeias que apreciam os pratos típicos afro-brasileiro, penteados, turbantes, vestimentas, ornamentos, tatuagem, artes, religião, superstições, músicas, danças, brincadeiras, esportes e usam vocabulários deixadas pelos ancestrais africanas.



                                                               
                                                                     
    
Atualmente, os afros brasileiros têm sido ousados, autêntico, livres e tem assumido a sua verdadeira identidade. Alguns ainda resistem, preferem manter a consciência obscura e seguir outras culturas que foram impostas de forma radical pelos dominantes (igrejas e famílias europeias). A consciência racional expande com educação de qualidade e poucos tem esse mérito.



Autora: Rainna Tammy
_______________________

Besouro - O filme - Completo – 2009: https://youtu.be/7JjFbIRVtB8

Cordão De Ouro (Capoeira Movie) – Filme dublado: https://youtu.be/89-pkUx2cbQ

Capoeira, Esporte Sangrento (Filme completo): https://youtu.be/I40pJLXFA8E

Quilombo completo Dublado (1984): https://youtu.be/v7CYGqJsFvU